Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10495/11604
Título : Comparação de fontes de ureia de lenta liberação sobre a degradação in vitro do capim King grass (Pennisetum purpureum x Pennisetum typhoides)
Otros títulos : Comparison of slow-release urea sources on in vitro degradation of King grass (Pennisetum purpureum x Pennisetum typhoides)
Autor : Rosero Noguera, Jaime Ricardo
Posada Ochoa, Sandra Lucía
Restrepo Arias, Catalina
Palabras clave : Amônia
Ammonia
Metano
Methane
Ruminantes
Ruminants
Gases de efeito estufa
Greenhouse gas
Fecha de publicación : 2015
Editorial : Livestock Research for Rural Development
Citación : Rosero, J. R., Posada, S. L., Restrepo, C. (2015). Comparação de fontes de ureia de lenta liberação sobre a degradação in vitro do capim King grass (Pennisetum purpureum x Pennisetum typhoides). Livestock Res Rural Dev, 27(11).
Resumen: O objetivo deste trabalho foi avaliar in vitro o efeito de duas fontes de ureia de lenta liberação sobre a degradação da matéria seca do capim King grass (Pennisetum purpureum x Pennisetum typhoides). Foram avaliados mediante a técnica in vitro de produção de gases os seguintes tratamentos: SU= tratamento sem a adição de ureia; UP= tratamento com ureia coberta com polímero biodegradável; UCC= tratamento com ureia protegida em microcápsulas de carbonato de cálcio; UCOM= tratamento com ureia comercial. As variáveis testadas foram: degradação in vitro da matéria seca, concentração de amônia e produção de metano. Os dados foram analisados através de um modelo lineal misto, considerando como efeitos fixos os tratamentos e os horários de leitura e como efeito aleatório o animal doador do inoculo. As medias de tratamentos foram comparadas pelo teste de Tukey (p<0.05). Os tratamentos com ureia de lenta liberação (UP e UCC) exibiram uma maior degradação da matéria seca (p<0.05) que os tratamentos SU e UCOM. A ureia protegida em microcápsulas (UCC) mostrou um maior grau de proteção (p<0.05) ao liberar a menor quantidade de amônia (40% a menos que o tratamento com ureia comercial). O tratamento com ureia protegida em microcápsulas de carbonato de cálcio (UCC) apresentou a menor produção de metano quando comparada com o tratamento com ureia comercial (UC) mostrando que a energia do alimento foi empregada para o crescimento microbiano antes do que para a produção de metano. As fontes de ureia de lenta liberação foram mais eficientes que a ureia comercial para atingir uma maior degradação da matéria seca e melhorar a utilização do nitrogênio. Além disso, permitiram reduzir a produção de metano e amônia potenciais poluentes do meio ambiente.
Abstract : The aim of this study was to evaluate the effect of two sources of slow release urea on in vitro dry matter degradation of King grass pasture. The treatments were evaluated by the in vitro gas production technique. SU = treatment without the addition of urea; UP = treatment with urea covered with biodegradable polymer; UCC = treatment with protected urea calcium carbonate microcapsules; UCOM = treatment with commercial urea. The variables studied were: dry matter degradation, ammonia concentration and methane production. Data were analyzed using a mixed linear model considering as a random effect the donor animal of inoculum and as fixed effects the treatments and the incubation time. The treatments were compared by Tukey test (p <0.05). The treatments with slow-release urea (UP and UCC) exhibited higher dry matter degradation (p <0.05) than the SU and UCOM treatments. The UCC treatment showed a greater degree of protection by a minor releasing of ammonia (40% less than the treatment with urea commercial) (p <0.05). The UCC treatment showed lower methane production when compared with the treatment with commercial urea (UCOM). This fact showing that the energy was used for microbial growth before than for methane production. The slow-release urea sources were more efficient than the commercial urea to achieve further degradation of dry matter and improve the use of nitrogen. Furthermore, these sources reduced the methane and ammonia production, potential environmental pollutants.
Grupo de INV. : Grupo de Investigación en Ciencias Agrarias (GRICA)
URI : http://hdl.handle.net/10495/11604
ISSN : 01213784
Aparece en las colecciones: CIAG (Centro de investigaciones Agrarias)

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
JaimeRicardoRosero_2015_ComparacaoFontUreiaLenta.pdfArtículo de Revista394,66 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons

 


Gestión de T.I. /Sistema de Bibliotecas / Universidad de Antioquia / Cl. 67 Nº 53 - 108 - Bloque 8 Conmutador: 219 51 51- 219 51 40 comunicacionessistemadebibliotecas@udea.edu.co Medellín - Colombia